Publicado em: sexta-feira, 04/01/2013

Zeca Pagodinho presta auxílio às vítimas da chuva em Xerém

Zeca Pagodinho presta auxílio às vítimas da chuva em XerémAs fortes chuvas que atingem o estado do RJ desde a noite de quarta-feira (02 de janeiro) causaram estragos no grande município de Duque de Caxias, onde o cantor Zeca Pagodinho tem residência há quase 20 anos. Percorrendo as ruas de Xerém, onde o cantor criou seus filhos, o cantor pede que o socorro seja enviado às regiões que tiveram maiores danos no bairro, e afirma que tem crianças desaparecidas e famílias soterradas. Algumas casas cederam e acabaram sendo carregadas pelo rio.

O cantor vem circulando as ruas em um quadriciclo desde a madrugada desta quinta-feira, mas diz que a situação é triste. Em companhia de sua filha Zeca afirmou que sua casa também foi afetada pela chuva.

A Defesa Civil aponta que vários alagamentos se formaram depois da chuva que em 24horas já havia transbordado o Rio Sacaruna, derrubado oito casas e destruído três pontes devido a enchente causada pelos 212 milímetros de água que caíram no período. O secretário de Defesa Civil de Duque de Caxias, confirmou a primeira vítima fatal como sendo um homem ainda não identificado que estava nos escombros de um desabamento, afirmou Marcelo Silva Costa.

Cerca de 200 pessoas foram levadas a abrigos, por estarem desalojadas. Alguns moradores tiveram bastante dificuldade de deixar suas casas, e enfrentaram água acima da cintura enquanto tentavam salvar alguns pertences da enchente. O bairro Mantiqueira é indicado pelos bombeiros como um dos mais atingidos.

Embora existam especulações que a barragem que existe na região tenha se rompido o secretário afirma que estes dados não foram confirmados e causa principal da enchente ainda é dada como uma cabeça d’água que levou a enxurrada que acabou carregando o que se encontrava próximo ao rio. Os moradores afirmam que na maioria das casas a água começou a entrar por volta das duas da madrugada, chegando a atingir dois metros de altura em alguns locais. Quem tem casa com dois andares buscou levar o que pode para cima e hoje enfrenta a tragédia junto a quem perdeu tudo. Até as 12 horas desta manhã não foram passadas maiores informações sobre vítimas fatais do incidente mas pelo menos 18 pessoas estão desaparecidas.