Publicado em: segunda-feira, 15/07/2013

Wada flagra doping de medalhistas olímpicos de atletismo

Wada flagra doping de medalhistas olímpicos de atletismoUm verdadeiro escândalo de doping dentro do atletismo abalou o mundo durante este final de semana. Algumas horas após o norte-americano Tyson Gay ter revelado que foi flagrado pela utilização de substâncias proibidas, a Comissão Antidoping da Jamaica apontou que cinco corredores do país, inclusive Asafa Powell, também estão entre os que tiveram resultados positivos em exames feitos pela Agência Mundial Antidoping (Wada na sigla em inglês) e não irão participar do mundial deste ano.

Asafa Powell, que é o antigo dono do recorde mundial de 100m e o campeão do ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 na prova do revezamento 4x100m, e a também corredora Sherone Simpson, que foi campeã olímpica nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004 na prova do revezamento 4x100m e prata nos Jogos Olímpicos de Pequim em 2008 em 100m e no ano passado, nos Jogos Olímpicos de Londres na prova dos 4x100m, são dois entre os envolvidos neste escândalo. As outros três atletas jamaicanos não tiveram os nomes apontados até o momento, a única certeza é que o campeão Usain Bolt não está entre os envolvidos. Estes testes tiveram sua realização na seletiva jamaicana do Mundial de Moscou na Rússia, que ocorre no mês de agosto. Todos eles foram flagrados devido ao uso de uma mesma substância, que é a oxilofrina.

Esta oxilofrina atua como um estimulante que é utilizado para fazer o tratamento de hipotensão, que tem uma ação parecida com efedrinas. Esta substância faz com que seja promovida a liberação de noradrenalina e cria uma atividade noradrenérgica. O grande efeito após o uso é um aumento na frequência cardíaca e faz com que fique reduzida a capacidade para a ação de uma supressão no apetite e também modula o comportamento. A Wada proíbe o uso dessa substância.