Publicado em: sábado, 01/09/2012

Voos atrasados perderão vaga em aeroporto de São Paulo

Voos atrasados perderão vaga em aeroporto de São PauloO aeroporto de Congonhas, que está instalado em São Paulo, será mais criterioso no que diz respeito aos horários e a regularidade dos voos que partem do local. Isso porque o governo quer que a concorrência no terminal aumente e por isso vai exigir que as companhias aéreas que atuam no aeroporto passem a seguir à risca as suas determinações.

As medidas que serão tomadas pelo governo tem como principais objetivos fazer com que as empresas que operam no terminal de Congonhas utilizem da melhor forma possível os seus slots, que são aquelas janelas para pousos e decolagens e fazer com que as empresas regionais consigam ter mais oportunidades de também utilizar o aeroporto.

Vale lembrar que o aeroporto de Congonhas e o segundo maior terminal do país para voos domésticos. De acordo com os dados apurados no ano de 2010, a Tam e a Gol são as principais empresas aéreas que utilizam o terminal de Congonhas, com 91% das decolagens feitas no aeroporto, e por isso serão as companhias que mais serão afetadas pela medida.

A ideia é fazer com que os critérios sejam mais rígidos para beneficiar quem viaja dentro do Brasil. Quem foi responsável por ela foi Arno Agustin, que é secretário do Tesouro e que ajudou a elaborar um plano de aviação regional que será lançado pela presidente Dilma Rousseff neste mês. Ainda não se sabe quais serão os critérios que serão adotados com a nova medida. Por enquanto, só se sabe que o governo irá adotá-los.

Para o governo, as companhias aéreas que atuam em Congonhas não perdem as janelas para pousos e decolagens, o que faz com que as empresas menores não tenham chance de concorrer com as grandes, o que acaba gerando um monopólio no terminal.