Publicado em: segunda-feira, 21/05/2012

Vocalista do Bee Gees falece aos 62 anos

Robin Gibb, cantor do trio musical Bee Gees, faleceu na noite de ontem, domingo (20), com 62 anos de idade. Robin já estava internado numa clínica em Londres. Ele havia se recuperado de um câncer identificado em 2010. Entretanto, recentemente, precisou passar por uma operação no intestino, onde foi descoberto um segundo câncer.

Quem divulgou a notícia foi o representante de Gibb. “A família de Robin Gibb, do Bee Gees, anuncia com grande tristeza que Robin morreu depois de sua longa batalha contra o câncer e uma cirurgia no intestino. A família pede que sua privacidade seja respeitada neste momento de grande dificuldade”, afirmou o representante.

No ano passado, Gibb havia sido submetido a cirurgia com a intenção de apenas corrigir uma obstrução no intestino. Este problema foi o responsável pela morte de seu irmão gêmeo em 2003, também integrante do conjunto musical.

Entretanto, depois de anunciar aos fãs que havia se curado, Gibb descobriu a existência de um câncer no cólon e no fígado, que se desenvolveu muito rapidamente. A situação ainda se agravou com uma pneumonia, fazendo com que o cantor entrasse em coma no mês de abril. Ele despertou apenas doze dias depois sem conseguir se comunicar ou mexer.

Carreira

O Bee Gees passou por diferentes ritmos musicais, desde o rock psicodélico, até baladas, country, disco, R&B, música romântica e pop rock moderno. Com isso, o conjunto conseguiu vender mais de 250 milhões de discos, sendo inclusive incluídos no Hall da Fama do Rock and Roll, chegando a ganhar nove prêmios da música Grammy.

O álbum trilha sonora do filme Embalos de Sábado à Noite, o Saturday Night Fever, é até hoje uma das trilhas sonoras mais vendidas de todos os tempos. O cantor se casou com Molly Hullis no ano de 1968, tendo com ela dois filhos e depois de separando em 1982. Três anos mais tarde, Gibb casou-se com a escritora Dwina Murphy, sendo pai mais uma vez.