Publicado em: domingo, 13/04/2014

Vitória x Bahia: Com boa vantagem, Tricolor busca em Pituaçu o título do Baiano 2014

Baiano 2014Neste domingo (13), Vitória e Bahia voltam a se enfrentar no segundo jogo da decisão do Campeonato Baiano, às 16 horas (horário de Brasília), no Estádio de Pituaçu, em Salvador. Como venceu o clássico Ba-Vi por 2 a 0, no jogo de ida da final, o Tricolor pode até perder por um gol de diferença, que será o campeão estadual. Melhor campanha da fase anterior, o Rubro-Negro precisa vencer por uma diferença de no mínimo dois gols.

Como de costume, o técnico do Vitória, Ney Franco, fez mistério na formação da equipe titular para a decisão, mas a tendência é que seja escalado um time mais ofensivo. Expulso no jogo de ida da decisão, o meia Hugo terá de cumprir suspensão automática. Com isso, Marquinhos deve ser o responsável pela armação da equipe. Escalado como meio-campista nos últimos jogos, Juan, que está recuperado de uma inflamação no púbis, deve reaparecer na lateral esquerda, no lugar de Mansur.

A maior novidade do Vitória deve ser no ataque. De volta após se recuperar de lesão, o atacante Dinei deve compor o setor ao lado de William Henrique e Souza, no esquema 4-3-3.

Pelo lado do Bahia, o técnico Marquinhos Santos pode ter problemas para escalar os titulares. Com uma entorse no tornozelo, o meia Anderson Talisca é dúvida para o Ba-Vi, assim como o atacante Rhayner, que está com dores na panturrilha. Caso eles não possam atuar, o paraguaio Wilson Pittoni atuará na armação ao lado de Lincoln, enquanto Rafinha formará dupla de ataque com o argentino Maxi Biancucchi. O certo é que Guilherme Santos, com uma lesão na coxa, não joga e dará lugar a Pará na lateral esquerda.

Marquinhos Santos não poderá escalar o volante Uelliton no segundo jogo da decisão

Expulso de campo no último domingo, o volante Uelliton cumprirá suspensão automática. Dessa forma, Rafael Miranda formará dupla de volantes com Fahel.

Quem apita a decisão do Campeonato Baiano é o árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez, do Rio de Janeiro, que será auxiliado pelos assistentes Rodrigo Pereira Jóia, do mesmo Estado, e Kleber Lúcio Gil, de Santa Catarina.