Publicado em: quinta-feira, 09/02/2012

Vitor Gurman: casal terá que pagar pensão para avó de rapaz atropelado em SP

O casal que atropelou o administrador de empresas Vitor Gurman terá de pagar uma pensão de R$ 2 mil mensais para a avó do jovem. A decisão judicial afirma que Gabriela Guerreiro Pereira e Roberto de Souza Lima deverão se responsabilizar pela morte do rapaz. O desembargador Francisco Thomaz, responsável pelo caso, considerou que a avó de Vitor era economicamente dependente do neto.

Gurman foi atropelado no dia 23 de julho quando voltava para casa a pé depois de um jantar. A nutricionista Gabriela Guerreiro Pereira, de 28 anos, estava dirigindo o jipe blindado que provocou o acidente. Ao lado de Gabriela, estava o namorado dela, Roberto de Souza Lima, de 34 anos. Em decorrência do acidente, Roberto teve alguns ferimentos, mas Gabriela saiu ilesa.

Algumas câmeras de segurança conseguiram fazer imagens do automóvel momentos antes do atropelamento. Um morador da região também conseguiu registrar algumas imagens, que mostram o veículo de Gabriela tombado na Rua Natigui antes de ser guinchado do local do acidente, na Vila Madalena, Zona Oeste de São Paulo. Vitor Gurnan morreu na noite do dia 28 de julho.

Segundo informações do advogado de Gabriela Guerreiro Pereira, Luís de Oliveira Lima, a decisão tomada pelo desembargador é liminar e poderá ser recorrida. O advogado de defesa afirma que a solicitação era maior do que o que foi concedido e eles irão esperar pela decisão final dos desembargadores. Lima diz que se esta decisão for mantida, eles irão entrar com recurso.