Publicado em: sexta-feira, 14/10/2011

Vítimas fatais da explosão no Rio serão sepultadas hoje

As três vítimas fatais da explosão que chocou os cariocas na quinta-feira, dia 13 de outubro, serão sepultadas hoje. Além delas, mais 17 pessoas ficaram feridas, sendo quatro funcionárias, no incidente do restaurante Filé Carioca, localizado na Praça Tiradentes, no centro do Rio de Janeiro.

Matheus Maia Macedo de Andrade, bancário, será sepultado no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, na Zona Oeste, às 13h. Josemar dos Santos Barros, sushiman, será sepultado no Cemitério do Pechincha, em Jacarepaguá, às 16h. E Severino Antônio Tavares, chefe de cozinha de 45 anos, às 14 no Cemitério do Murundu, em Realengo.

Entre os feridos, a garçonete Daniele Cristina Pereira, de 18 anos, o auxiliar de cozinha José Roberto, de 28 anos, e Igídio da Costa Neto, auxiliar de cozinha, correm risco de morrer. Todos estão com traumatismo craniano e foram submetidos a cirurgias no abdômen, tórax e quadril. O gerente do local, Jorge Luiz de Souza, de 46 anos, não corre risco e deve receber alta nesta sexta-feira.

De acordo com o engenheiro Giordano Bruno, a explosão do restaurante Filé Carioca pode ser comparada a uma mesma com 10 quilos de dinamite. Ele afirma que o subsolo e o térreo o edifício foram totalmente destruídos. Segundo informações da Defesa Civil, o incidente provocou estragos até o oitavo andar do prédio. A edificação está interditada por tempo indeterminado.