Publicado em: sexta-feira, 27/06/2014

‘Vítima’ de Suárez, Chiellini vê punição exagerada ao atacante uruguaio

‘Vítima’ de Suárez, Chiellini vê punição exagerada ao atacante uruguaioAlvo do atacante Luis Suárez, que lhe deu uma mordida durante a derrota da Seleção Italiana por 1 a 0 para o Uruguai, o zagueiro Giorgios Chiellini considera a punição exagerada ao jogador, que foi suspenso pela Fifa por nove partidas, além de quatro meses de fora dos gramados. O defensor da Juventus de Turim disse que não sente raiva do rival e crê que a entidade foi severa na punição.

Na opinião de Chiellini, Suárez deveria pelo menos ser liberado pela Fifa para acompanhar a delegação uruguaia nas próximas partidas da seleção na Copa do Mundo. Embora o jogador considere corretas as punições disciplinares por órgãos competentes no futebol, neste caso, ele vê um banimento excessivo ao atleta sul-americano.

Antes do confronto com a Seleção Colombiana, Luis Suárez já retornou a Montevidéu, chegando à capital uruguaia nesta sexta-feira (27), às 5 horas da madrugada (horário de Brasília). Na chegada, o jogador deixou o Aeroporto Internacional de Carrasco sem muito alarde, onde havia uma centena de pessoas lhe esperando com bandeiras e cartazes. O atleta foi recebido pelo presidente do Uruguai, José Mujica.

Além dos jogos restantes da Copa do Mundo, Luis Suárez também perdeu um de seus patrocinadores, o site ‘888 poker’, um cassino online com diversas opções de jogo. Através do site oficial, a empresa disse que não iria tolerar mais comportamentos antidesportivos. Esta não é a primeira ‘mordida’ do atacante do Liverpool, que já havia cometido o ato pelo clube inglês, e pelo Ajax, da Holanda.

Uruguai joga neste fim de semana em busca de uma vaga nas quartas do Mundial

Sem Suárez, a Seleção Uruguaia segue na disputa da Copa do Mundo 2014. Neste sábado (28), a Celeste Olímpica encara a Colômbia, às 17 horas, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pelas oitavas de final da competição.