Publicado em: sexta-feira, 09/12/2011

Virginia Tech confirma morte de duas pessoas dentro do campus

A Universidade Virginia Tech, localizada nos Estados Unidos, confirmou na quinta-feira (8) que um policial e mais uma pessoa foram mortas dentro do campus. Em nota oficial, a Universidade explicou que o policial foi morto depois de parar um homem suspeito em uma batida. Na seqüência, o suposto atirador correu em direção ao estacionamento, onde foi encontrada a segunda vítima próxima à arma do crime. A Universidade emitiu alerta e orientou alunos e funcionários a permanecerem dentro dos prédios com as portas trancadas.

Em 2007, a Universidade Virginia Tech foi palco do pior massacre da história moderna dos Estados Unidos. Na ocasião, o estudante Cho Seung-hui, 23, matou 32 pessoas e um professor. Logo em seguida, o atirador cometeu suicídio. Por conta desse incidente, a Universidade foi condenada a pagar uma multa de US$ 55 mil emitida pelo Departamento de Educação, pois julgaram que a instituição demorou muito para notificar os estudantes e funcionários que havia um atirador dentro do campus.

Ainda neste ano outro episódio fez com que a Virginia Tech tivesse que fechar suas portas. Em agosto, estudantes que estavam fazendo atividades de férias informaram que viram um homem suspeito que parecia estar carregando uma arma. Nenhum atirador foi encontrado, mas a Universidade enviou alertas por telefone, emails e mensagens de celular, além de alertas no site da instituição e nas contas do Twitter.

O suspeito do episódio de quinta-feira não foi encontrado, mas sua descrição foi divulgada como um homem branco usando calças cinzas, chapéu cinza, agasalho marrom e mochila.