Publicado em: quinta-feira, 16/05/2013

Vídeo do Porta dos Fundos é denunciado contra ‘bons costumes’

Vídeo do Porta dos Fundos é denunciado contra ‘bons costumes’O vídeo entitulado “Rola” foi considerado ofensivo por um usuário da rede social Youtube. Um internauta do Distrito Federal (DF) fez denúncia à Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos do Consumidor. O vídeo é acessível à toda população, sem restrição de idade. Entretanto, a reclamação não foi aceita pelo órgão e deverá permanecer na rede, segundo informações do jornal O Estadão.

Postado em janeiro deste ano, o vídeo tem quase 7 milhões de visualizações. O usuário teria se ofendido pela repetição da palavra “rola” no vídeo. A história se desenRola em um atendimento de fast food. Não tem nenhum ligação à uma rede de alimentícios específicos (aparentemente), como foi com relação ao vídeo humorado que criticou à franquia Spolleto e que promoveu grande repercussão online (e também não tem tanta graça quanto).

O canal de humor no Youtube lança seus produtos audiovisuais inéditos duas vezes por semana. Em algumas situações, os vídeos causam polêmica pela ousadia em fazer comparações com situações reais do nosso cotidiano, mas esse entretenimento diferenciado dos apresentados na TV, por exemplo, é o principal fator pelo qual a equipe atingiu o sucesso.

Democracia virtual

A denúncia não será oferecida ao Google ou Youtube, garantiu a Promotoria de Justiça. Coincidentemente, ou não, de acordo com a pesquisa acadêmica de um estudante de comunicação digital e e-branding no Paraná, em 25 de abril deste ano o Instituto Knight Center divulgou o relatório de Transparência Global do Google. Na América, o Brasil lidera o ranking dos países que mais solicitaram censura de conteúdo. A maior parte dos pedidos é relacionada aos conteúdos que contém crítica política, embora outros tipos de denúncia, conforme este da Porta dos Fundos. O estudo indica uma preocupação sobre a tão falada democracia na internet.