Publicado em: quarta-feira, 26/02/2014

Viber terá ligação gratuita para telefones fixos

Viber terá ligação gratuita para telefones fixosEmbora tenha repercutido muito menos do que a venda do WhatsApp para o Facebook, o aplicativo de mensagens instantâneas Viber também foi recentemente adquirido por uma empresa do setor de tecnologia – a Rakuten, uma as maiores lojas de comércio eletrônico do Japão. E, se considerarmos as primeiras iniciativas tomadas pela Rakuten, a disputa por mercado entre os dois aplicativos deve se acirrar nos próximos meses.

Na última segunda-feira, o WhatsApp anunciou que começará a oferecer chamadas de voz através do próprio aplicativo, sem a necessidade de conexão com a operadora. Apenas um dia depois, foi a vez de o Viber informar que, em breve, começará a oferecer ligações telefônicas gratuitas para números fixos de todo o Brasil. O serviço será oferecido através do Viber Out, e não terá qualquer limitação de tempo. O Viber Out é um serviço semelhante ao Skype, da Microsoft.

Campanha exclusiva

Segundo os responsáveis pelo Viber, a oferta do serviço de ligações gratuitas para números fixos é uma exclusividade para os usuários brasileiros. Este recurso integra uma campanha agressiva do aplicativo, que pretende retirar o WhatsApp da liderança absoluta no segmento no Brasil.

Por isso, a manutenção do serviço dependerá do crescimento no volume de ligações efetuadas e mensagens trocadas através do aplicativo no Brasil. Inicialmente, as ligações serão gratuitas pelo período de duas semanas. Após este tempo, a gratuidade só será mantida se o número de mensagens trocadas no Viber crescer pelo menos 25% a cada semana no país.

De acordo com o diretor do Viber no Brasil, Luiz Felipe Barros, a intenção dos novos donos do aplicativo é de ultrapassar o WhatsApp em todo o mundo. Por isso, várias ações agressivas de marketing devem ser adotadas globalmente.

Antecipação

Segundo Barros, as ligações gratuitas para telefones fixos era uma ação já planejada para os consumidores brasileiros. Entretanto, o Viber optou por antecipar o lançamento do serviço devido à desconfiança de muitos usuários em relação ao WhatsApp, após a aquisição do aplicativo pelo Facebook. Dentre as maiores preocupações dos usuários estão a exibição de anúncios no aplicativo, algo comum no Facebook, e eventuais problemas de privacidade.

A venda do WhatsApp acabou sendo benéfica para os concorrentes, pelo menos em um primeiro momento. Nas últimas semanas, o Viber ocupava a 60ª posição entre os aplicativos mais baixados da Apple Store. Agora, o aplicativo está na 24ª colocação. O Viber chegou, inclusive, a ultrapassar o WhatsApp no número de downloads na Apple Store do Brasil.

De acordo com a Distimo, consultoria que analisa dados sobre aplicativos no mercado global, o interesse pelo Viber cresceu consideravelmente no Brasil desde o dia 19 de fevereiro, quando foi anunciada a venda do WhatsApp. O número de downloads do Viber saltou tanto na Apple Store quanto na Google Play, mantendo-se estável desde então. De acordo com o diretor do Viber no Brasil, o número de downloads chegou a aumentar em 1000%, com acréscimo de 400% na quantidade de mensagens de texto trocadas diariamente através do aplicativo.