Publicado em: terça-feira, 04/03/2014

Viber ganha 1,5 milhão de usuários em uma semana

Viber ganha 1,5 milhão de usuários em uma semanaApós a aquisição do WhatsApp pelo Facebook, muitos usuários começaram a ver o aplicativo com alguma desconfiança. Dentre as grandes preocupações dos fãs do WhatsApp estão a possibilidade de que o aplicativo comece a veicular publicidade, além de questões envolvendo segurança.

Por isso, a mudança de dono fez com que os aplicativos concorrentes apresentassem um crescimento considerável nas últimas semanas. É o caso do Viber, que aproveitou a perda de popularidade temporária do WhatsApp para lançar uma campanha de marketing agressiva, que já vem apresentando resultados.

Crescimento

Somente em fevereiro, o Viber apresentou dois milhões de novos cadastros de brasileiros, um aumento de 20% em relação ao mês anterior. Agora, de acordo com a própria empresa responsável pelo aplicativo, o número de brasileiros no Viber já é de 12 milhões de pessoas, contra 38 milhões que utilizam o WhatsApp.

Destes dois milhões de novos usuários brasileiros, 75% instalou o aplicativo na última semana de fevereiro, após o anúncio da compra do WhatsApp pelo Facebook. Outros aplicativos concorrentes também têm apresentado um crescimento no número de usuários, mas nenhum deles se igualou ao Viber até o momento.

Estratégia

Assim que o Facebook adquiriu o WhatsApp, foram anunciadas algumas novidades em relação ao aplicativo, com o claro objetivo de manter o aplicativo em alta. Na última semana, o WhatsApp anunciou que permitirá ligações telefônicas entre seus usuários, sem a necessidade de transferir a chamada para as operadoras de telefonia móvel.

Para contra-atacar, o Viber rapidamente anunciou uma novidade exclusiva para o público brasileiro, permitindo que, através do aplicativo, sejam realizadas ligações para telefones fixos. Com esta estratégia, o Viber apresentou um recorde de crescimento no país em três dias, alcançando a marca de sete milhões de minutos em ligações no país.

Promoção

A estratégia do Viber estipula algumas metas para que as ligações continuem a ser oferecidas de maneira gratuita. Inicialmente, as ligações gratuitas para telefones fixos são ofertadas de maneira promocional, sendo válidas até 10 de março. A partir daí, o Viber manterá a promoção apenas se o volume de troca de mensagens de texto no Brasil aumentar em 25% por semana.

O Viber permite ligações gratuitas, tanto para celulares como para fixos, desde que foi criado. Contudo, para habilitar esta opção é necessário fazer uma assinatura do serviço, que pode chegar a U$25.

Interesse

O preço pago pelo Facebook ao WhatsApp, que pode chegar aos U$19 bilhões, é o maior valor já pago a um aplicativo. Isso demonstra o grande interesse das empresas de tecnologia por aplicativos de troca de mensagens. O próprio Viber havia sido adquirido pouco tempo antes, pela empresa japonesa Rakuten, por um valor consideravelmente mais modesto, de U$900 milhões.

Enquanto chamam a atenção das empresas do setor de tecnologia, estes aplicativos têm dado dor de cabeça para as operadoras de telefonia móvel. Em 2013, pela primeira vez, o volume de mensagens trocadas nestes aplicativos superou o de mensagens de texto tradicionais (as SMS). Com a oferta de ligações gratuitas pelos aplicativos, as operadoras terão de encontrar alternativas de receita.