Publicado em: segunda-feira, 26/11/2012

Vestibular Fuvest não tem surpresas, mas alunos acham prova difícil

Vestibular Fuvest não tem surpresas, mas alunos acham prova difícilA primeira fase do vestibular da Fuvest, foi realizada neste domingo (25) em São Paulo, e não teve muitas surpresas para os candidatos, porém mesmo assim consideraram a prova difícil, de maneira geral. No fim do exame na Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP), um dos lugares em que foi realizado na cidade paulistana, vestibulandos disseram que, mesmo que a prova tenha ficado semelhante ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a prova foi muito “conteudista” e não muito interdisciplinar.

Fábio Lyra, disse que achou o exame muito disciplinarizado, com foco maior em matérias e menor em interpretação e na lógica, ele acreditava que iria haver maior interdisciplinaridade.

Já Helen Cristina de Almeida diz que em áreas de interpretação, como na prova de português, foi mais fácil, porém nas exatas haviam muitos cálculos, e a estudante achou muito difícil.

Nesta primeira fase, os vestibulandos tiveram que responder 90 questões de múltipla escolha sobre português, matemática, física, química, biologia, história, geografia e inglês, fora as questões interdisciplinares. A prova teve duração de 5 horas.

Conforme os estudantes que realizaram a prova, entre as questões houve destaque sobre o Brasil colônia e a escravidão, Roma o governo do ex-presidente Getúlio Vargas na prova de história, já no exame de matemática, geometria e trigonometria tiveram destaque, em física, as questões sobre energia elétrica e ótica caíram na prova. Questões de geografia, português, inglês, química e biologia necessitavam de maior interpretação e eram ligadas com temas do cotidiano e foram classificadas como mais simples.

Felipe Nascimento Calheiros, disse que achou que a prova foi bem mais interpretativa do que ele esperava, e assim ela ficou mais parecida com o Enem e o exame que é proposto na Unicamp.