Publicado em: sexta-feira, 02/03/2012

Vendas de ovos de Páscoa devem crescer 10% este ano

Segundo levantamento divulgado ontem pela Associação Paulista de Supermercados (Apas), a venda de ovos de chocolate deve crescer 10%, já descontada a inflação, em relação à Páscoa do ano passado. Segundo os dados, o crescimento deve ser puxado pelos consumidores da classe C que vêm aumentando o poder de compra e deve consumir mais nesta data comemorativa.

A Apas também alertou sobre a alta do preço dos chocolates com a proximidade da Páscoa. Segundo informações do índice de preços nos supermercados, medido pela Apas, o chocolate apresentou queda de 4,23% nos últimos doze meses, no entanto em janeiro registrou alta de 0,63%. A expectativa da entidade é que o preço aumente com a proximidade da data.

A estimativa é que os valores estejam 9% mais caros em relação ao ano passado. Segundo comunicado da Apas, essa alta deve ser influenciada pelos reajustes de preços dos materiais usados para a produção dos ovos, tais como o açúcar, a energia elétrica e a mão de obra. Além de chocolates, também se espera aumento nas vendas de bacalhau, sardinha e pescada branca, em relação ao ano passado. As bebidas devem apresentar crescimento de 9%, como os vinhos e azeites.

Aumenta a quantidade de contratações temporárias

Segundo levantamento feito pelo Instituto de Pesquisa Manager (Ipema), deve aumentar em 2% a quantidade de contratações temporárias em relação ao ano passado. Espera-se que sejam admitidas, temporariamente, cerca de 70 mil pessoas em todo o Brasil para atuarem na indústria e venda de produtos no período que antecede a Páscoa.

Além disso, a expectativa é que 12% destes trabalhadores temporários sejam efetivados após a Páscoa, que este ano será no dia 8 de abril. Em 2011, foram contratados 70,1 mil trabalhadores temporários pelas empresas, sendo que 25% deles foram efetivados logo em seguida.