Publicado em: quarta-feira, 18/07/2012

Vendas das operadoras de telefonia móvel Claro, Oi e Tim serão suspensas pela Anatel

A Agência Nacional de Telecomunicações, a Anatel, decidiu que a partir desta quarta-feira, 18 de julho, as operadoras Tim, Oi e Claro, mão podem mais fazer a venda dos seus chips. As três são as maiores operadoras de telefonia móvel em atuação no nosso país, sendo responsáveis por 70% do mercado brasileiro.

De acordo com as informações, as vendas dos chips de telefonia móvel da operadora ficarão suspensas até que as empresas mostrem um plano de investimento para os próximos dois anos. Nesses planos, é preciso que estejam previstas soluções para que os problemas de qualidade nos serviços prestados aos clientes sejam resolvidos.

Já durante a manhã desta quarta-feira os técnicos da agência trabalhavam para que a venda e a ativação de novas linhas não fossem feitas. A decisão atinge a Tim em cerca de 15 estados, a Claro em três e a Oi em seis estados do país.

O motivo que levou que a Anatel tomasse tal decisão foi o crescente números de reclamações feitas pelos consumidores que utilizam os serviços dessas três operadoras.

A Vivo, que é a maior operadora de telefonia móvel do país, não será afetada pela medida em nenhum dos estados onde atua. No entanto, assim como as outras empresas, ela será obrigada a prestar melhores serviços para a população.

Desde que a ameaça na suspensão de vendas das linhas feitas pela a Anatel, as ações da Tim, uma das empresas que mais serão atingidas pela medida, caíram em 7,55%. De acordo com Paulo Bernardo, ministro das telecomunicações, a suspensão nas vendas das linhas é uma última tentativa de tentar com que as operadoras de telefonia móvel entrem nos trilhos e ofereçam aos seus consumidores serviços de qualidade.