Publicado em: sexta-feira, 06/07/2012

Vendas da Peugeot caem 13% por causa de crise na Europa

A crise econômica que está afetando vários países da Europa fez com que as vendas da montadora francesa Peugeot caírem no primeiro semestre deste ano. As vendas da PSA Peugeot Citroën registraram queda de 13% nos seis primeiros meses de 2012.

Por conta disso, a montadora francesa está se preparando para fazer novos cortes de custo. Nessa lista, pode estar o fechamento de uma das suas fábricas. A principal explicação para a queda nas vendas é realmente a crise europeia.

As vendas em todo o mundo da Peugeot, que à a segunda maior montadora de automóveis presente no continente europeu caiu para 1,62 milhão de veículos leves de janeiro a junho. No ano anterior, esse número tinha atingido o valor de 1,86 milhão no mesmo período do ano.

Em uma nota oficial divulgada para a imprensa, a montadora francesa diz que Itália, Espanha e França, países que são reconhecidos como fortes mercados para as marcos Peugeot e Citroën estão em profunda crise e isso seria o que estaria motivando a queda no número de vendas de automóveis nesses países.

De acordo com as informações divulgadas pela montadora, as vendas caíram 15 % quando considerados todos os países da Europa. Dessa forma, a empresa está se preparando para anunciar o corte de milhares de postos de trabalho, além do fechamento de uma fábrica que está localizada próxima a Paris, na França. Essas medidas que já estão previstas devem fazer com que a montadora francesa economize cerca de 1 bilhão de euros, cerca de 1,2 bilhão de dólares.