Publicado em: quarta-feira, 06/07/2011

Venda do DietMax, produto para emagrecer, é proibida

A Agência Nacional de Vigilância Sanitário (Anvisa) proibiu nesta terça-feira (5) a proibição e suspensão da propaganda e da venda de DietMax no Brasil. O aviso foi publicado no Diário Oficial. O produto que é utilizado para emagrecer era vendido em sites e lojas virtuais. Eles se autodenominada fitoterápico e prometa a perda de peso rápida e de forma natural.

Segundo o comunicado da Anvisa, o produto é ilegal e não possui registro, já que todo fitoterápico precisa do aval da agência. O produto é vendido no Brasil desde abrir e garantia a perde de até 11 quilos em quatros semanas. A propaganda vinha sendo vinculada no Facebook, com imagens da cantora Ivete Sangalo e a atriz Juliana Paes. O anúncio ainda diziam que ambas perderam 15 quilos utilizando o DietMax. Porém, ambas negam a utilizam do produto e a autorização do uso de imagem.

O representante da vendas da marca no país, Ricardo Guimarães diz que o DietMax possui vários compostos, inclusivo a quitosana, que possui a capacidade de eliminar as células de gorduras e o psyllium, que modera o apetite. Para especialista na área, nenhum dos compostos é capaz de fazer a eliminação das células adiposas e garantem que se tal composto existisse seria a cura da obesidade.

Muitos consumidores que adquiriram o DietMax não estão satisfeitos, segundo depoimentos no site Reclame Aqui. Cerca de 100 pessoas já se manifestaram negativamente sobre o produto, que em alguns casos não chegou ou foi entregue sem a nota fiscal.