Publicado em: sábado, 02/06/2012

Venda de músicas pela internet supera CDs no Reino Unido

Pela primeira vez, as vendas de música pela internet superou a receita de CDs e vinis no Reino Unido. Segundo os dados obtidos pela Indústria Fonográfica Britânica (BPI), a compra de músicas digitais foi de 55,5% dos 155,8 milhões de libras conseguidos no mercado musical do país no primeiro trimestre deste ano.

Os resultados apresentados pela BPI mostram um enorme aumento do mercado musical digital, que ajudou a indústria fonográfica se desenvolver 2,7% e compensou a baixa de vendas com os formatos físicos. A receita dos formatos digitais cresceu quase 25% se comparado com o mesmo momento de 2011, que totalizou 86,5 milhões de libras.

Baixa nas vendas de CDs

Apesar do crescimento da música digital, os formatos físicos, como vinis e CDs, apresentou uma queda de 15%, e somou 69,3 milhões de libras nos três primeiros meses do ano. A renda da música digital se baseia não somente nos downloads, como também nos serviços de músicas, como we7 e Spotify, e assinaturas.

Os downloads dos álbuns no formato digital cresceram bastante no primeiro trimestre, alcançando quase um terço de todos os que foram vendidos no país, atingindo mais que 23,5%. O download dos álbuns foi maior do que aqueles que baixam somente faixas individuais.