Publicado em: terça-feira, 20/09/2011

Venda de imóveis em SP caiu 14% em julho

A venda de imóveis novos e residenciais em São Paulo diminuir 14,3% em junho em comparação ao mesmo mês em 2010, segundo os dados apresentados pelo sindicado do setor imobiliário da cidade, Secovi-SP. Em comparação a junho deste ano, a alta foi pequena, de 0,2%.

Já a velocidade de vendas, verificada pela relação de venda sobre a oferta realizada caiu 16,9% em relação a julho de ano passado. “O resultado não surpreende, já que, em 2010, o país atravessava uma situação de recuperação econômica, com índices de crescimento acima da média”, comentou o economista-chefe do Secovi-SP, Celso Petrucci.

O tipo de imóveis que tem mais representação em vendas é o de dois dormitórios. Este tipo chegou a vender 1.346 unidade na capital paulista. Em julho, foi registrado o total de R$ 1,3 bilhão na venda das unidades residenciais.

Só neste ano, a queda na venda de imóveis está 28,6% menos em relação aos seis primeiros meses de 2010. Até o final de julho, foram vendidas 14.402 unidades na cidade. “Esta diferença vem diminuindo gradativamente desde o começo do ano… A expectativa é de que continue reduzindo, tendo em vista que o segundo semestre costuma ter melhor desempenho em relação ao primeiro”, explicou Petrucci.