Publicado em: sexta-feira, 07/02/2014

Venda de dispositivos de tecnologia de consumo deve crescer 23%

Venda de dispositivos de tecnologia de consumo deve crescer 23%Em 2013, foram vendidos aproximadamente 57,7 milhões de tablets, smartphones, notebooks e PCs (computadores de mesa). Para o ano de 2014 espera-se que haja um crescimento no comércio de aproximadamente 23% em relação ao ano passado, estimando-se que o número de unidades vendidas possa atingir o recorde de 71 milhões.

Os dados são da IDC consultoria, que espera por uma avalanche de aparelhos no mercado. Segundo analista Bruno Freitas, mesmo os problemas corriqueiros que as pessoas enfrentam com as operadoras de internet e telefonia (campeãs absolutas de reclamações nos órgãos de defesa dos direitos dos consumidores) e as possíveis dificuldades de conectividade não serão empecilho para o aumento das vendas.

Smartphones e tablets são o carro chefe

Em 2014 a perspectiva é que a venda de notebooks e PCs seja menor do que a de smartphones e tablets e, embora os consultores acreditem que o fim desse ramo do mercado esteja longe, espera-se que as vendas sejam voltadas principalmente para a reposição de equipamentos.

Já os celulares com sistema operacional, smartphones, representaram cerca de 51% das vendas de celulares no país em 2013, enquanto em 2014 esse percentual deve chegar a 73%. Para a IDC, esse número será alavancado não só pelos pacotes variados, oferecidos pelas operadoras de dados, como pelo aumento do número de aparelhos com valores abaixo de R$ 500 à venda.

Além disso, o número de empresas em que seus funcionários fazem o trabalho à distância, os chamados trabalhadores móveis, de mobile workers, também está aumentando. Essas empresas e esses trabalhadores, que exercem as mais diversas funções, como gerência, segurança e manutenção, também significam uma area de crescimento potencial muito grande.