Publicado em: quarta-feira, 03/10/2012

Vaca com alteração genética produz leite menos alérgico

Vaca com alteração genética produz leite menos alérgicoCientistas criaram uma vaca com alterações genética que pode produzir um leite que causa um risco menor para alergias. Esta pesquisa foi publicada na terça-feira (1º) pela Revista da Academia Norte-Americana de Ciências “PNAS”.

A alergia é uma reação que o sistema imunológico tem a alguma determinada proteína. O corpo humano acredita que a substância é algo invasor e cria uma resposta fortíssima contra a proteína. Essa resposta é o que cria os sintomas da alergia, como a pele vermelha, coceira no corpo e um inchaço. Em casos mais sérios, a reação pode fechar a glote e leva à morte.

Uma proteína denominada beta-lactoglobulina é uma das causadoras mais comuns da alergia ao leite, a substância está presente de forma natural no leite de diferentes tipos de mamíferos dentre eles o da vaca, mas não é encontrada no leite dos seres humanos.

Conforme afirma Stefan Wagner, representante do Instituto AgResearch da Nova Zelândia, a proteína é causadora de 60% a 80% dos casos da alergia. Aproximadamente 2% a 3% das pessoas do planeta tem essa alergia.

A equipe de Wagner criou uma vaca que criasse o leite sem a presença dessa proteína. O animal que os cientistas criaram produz um leite que tem só 4% da quantidade da proteína encontrada em animais que produzem o leite tradicional. Mas não sabe se há algum problema neles, ele diz que não sabem se tem efeitos colaterais, mais que não é muito provavel.

É necessário, segundo afirmam os autores, estudos que avaliem como é a composição nutricionail do novo leite produzido.