Publicado em: sexta-feira, 02/03/2012

USP: alunos da universidade fazem festa para calouros

Na noite de quarta feira (29), estudantes de diversos cursos da Universidade de São Paulo (USP) realizaram uma mobilização na Cidade Universitária para receber os mais novos calouros da instituição. A ação foi organizada pelo Comando de Greves dos Estudantes e contou com batucada, palestras, peças de teatro e show artístico, com a intenção de protestar contras a “repressão” na USP, considerando principalmente a decisão do reitor João Grandino Rodas de manter a Polícia Militar circulando dentro do campus.

“Hoje é o dia da Calourada Unificada, uma festa para os estudantes de todos os cursos da USP que a gente organizou num momento em que se aprofunda a repressão aos movimentos sociais por parte do reitor Rodas”, explicou Arielli Moreira, delegada do Comando de Greve dos Estudantes. De acordo com ela, os calouros estão sendo alertados sobre a importância de construir uma universidade “com democracia e sem truculências”.

Os estudantes reivindicam que uma guarda universitária seja responsável pela segurança no campus, serviço que hoje está nas mãos da PM. De acordo com o Comando de Greve, a mobilização da noite de quarta era pacífica e não foi registrado nenhum incidente com a polícia. O ato encerrou com um show na Praça do Relógio.

Posição da Universidade

A assessoria de imprensa da USP informou que a prefeitura do campus não foi avisada sobre a realização da festa. “Tendo em vista que não houve solicitação às autoridades universitárias por parte dos promotores para a sua realização, o referido evento, se eventualmente concretizado, será da inteira e exclusiva responsabilidade dos seus promotores”, afirmou a universidade em nota.

A USP é uma das três universidades públicas mantida pelo Governo do Estado de São Paulo, juntamente com a Universidade de Campinas (Unicamp) e Universidade Estadual Paulista (Unesp). Possui cerca de 75.000 alunos matriculados em mais de dez campi da instituição.