Publicado em: quinta-feira, 22/03/2012

Uso de cartões cresce 24% em 2011

A utilização de cartões, seja de debito ou de crédito, aumentou 24% no ano de 2011. As redes faturaram juntas em torno de R$ 670 bilhões. Esses números foram divulgados ontem pela Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs). O número de transações chegou a 8,3 bilhões, representando um crescimento de 18%. Um dado interessante é que o número de vezes em que foi usado o cartão de crédito, também foi usado o de débito. A quantidade de transações foi de 3,4 bilhões para cada tipo de cartão.

A estimativa da Abecs é que este ano o uso de cartão de débito supere o de crédito. Espera-se que o faturamento chegue R$ 805,5 bilhões. Os dados da entidade mostram ainda que o uso de cartões corresponde a 26,8% do consumo em lugares privados. A explicação para o aumento do uso dos cartões é que houve uma inclusão financeira nas classes C, D e E. Além disso, o Brasil vive um momento estratégico para o consumo.

Com relação à quantia gasta em cada tipo de cartão, o crédito movimentou mais dinheiro chegando a R$ 386 bilhões. Essa mesma relação já havia ocorrido em 2010, mas em 2011 houve um aumento de 23%. O uso do cartão de débito ficou com R$ 199,8 bilhões de gastos em transações. Esse valor equivale um aumento de 25% na quantidade de dinheiro movimentado pelo crédito. Já os cartões de lojas e supermercados apresentaram um crescimento de 23%, circulando mais de R$ 84,2 bilhões. Com relação ao tipo de transação, o crédito cresceu 20% e o débito 16%.

A quantidade de cartões em circulação também apresentou aumento. No total eram 687 milhões até o final de 2011. O crescimento em relação a 2010 foi de 9%. A modalidade de crédito cresceu 13%, de débito 7% e mais 10% para os cartões de redes de lojas.