Publicado em: sábado, 25/08/2012

Universitária morre dentro de sala de aula de faculdade em São Paulo

Universitária morre dentro de sala de aula de faculdade em São PauloUma estudante morreu dentro de uma sala de aula da Faculdades Unidas Metropolitana, a FMU, no campus do Itaim Bibi. Angelita Pinto Simões, que tinha 28 anos de idade, tinha arritmia cardíaca e de acordo com as informações dadas pela família, teria esperado 42 minutos por socorro. O incidente aconteceu na quinta-feira a noite, 23 de agosto, por volta das 21h30, horário em que a jovem, que estava no primeiro semestre do curso de Ciências Contábeis, começou a passar mal.
A família ainda contou que a estudante estava sem tomar remédios há um mês, por orientação dos seus médicos.

Segundo o boletim de ocorrência, Angelita teria começado a passar mal às 21h30, no entanto a ambulância só chegou ao local às 22h12. Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo diz que o Samu recebeu a ligação às 21h46 e que chegou ao local 19 minutos depois, às 22h05.

De acordo com Paul Henry Bozon Verduras, que é o delegado responsável pelo caso, ainda é cedo para dizer quem foi o responsável ou o culpado pela morte da estudante. Na segunda-feira, 27 de agosto, os primeiros envolvidos no caso começarão a ser ouvidos. Os primeiros a dar depoimento devem ser o professor que dava aula no momento em que a estudante começou a passar mal e os representantes do campus da FMU.

Já a partir de terça-feira, 28 de agosto, a família de Angelita deverá começar a ser ouvida para falar sobre o quadro de saúde da jovem. Além deles, a amiga da estudante que esperou o atendimento médico com a jovem também será ouvida na investigação.

Na tarde de sexta-feira, 24 de agosto, os policiais estiveram no campus, onde avaliaram a estrutura da faculdade e solicitaram as imagens das câmeras de segurança da instituição.