Publicado em: segunda-feira, 25/06/2012

Universidade Federal de Uberlândia cancela vestibular de inverno

A UFU, Universidade Federal de Uberlândia, cancelou na manhã de ontem, domingo (24), o vestibular de inverno da instituição. Quem formalizou o comunicado foi o próprio reitor da universidade, Alfredo Júlio. De acordo com a assessoria de imprensa da UFU, a justificativa seria o vazamento de algumas questões, tanto da primeira quanto da segunda etapa do processo seletivo.

Uma das candidatas que estava prestando concurso para Medicina foi detida por agentes da instituição e confessou o vazamento. Um funcionário da UFU, que também é suspeito de estar envolvido no vazamento das questões ainda não foi encontrado.

A situação só foi descoberta através de uma denúncia realizada por um cursinho preparatório diretamente ao Ministério Público (MP) ainda no começo de junho, ou seja, logo depois da primeira fase do vestibular. Entretanto, a opção de aguardar a segunda fase, onde a fraude foi efetivamente constatada, foi do próprio MP.

Com isso, a PF, Polícia Federal, foi acionada e cumpriu o mandado de busca e apreensão na casa da candidata de medicina envolvida no esquema. Ela confessou em depoimento o acesso às questões antes da prova. Na casa da acusada foram encontradas muitas questões da segunda fase da prova. A punição para este crime, se os envolvidos forem condenados, é de quatro anos de reclusão.

Resposta da UFU

O reitor da UFU, Alfredo Julio Fernandes Neto, enviou uma nota a imprensa, lamentando o ocorrido e afirmando que toda a colaboração tem sido dada a Polícia Federal, de forma a conseguir preservar o nome e credibilidade da Universidade. A DIRPS/UFU, a Diretoria responsável pela realização dos processos seletivos, informou que a diretoria está reunida para definir a data do novo edital.

A UFU afirma que esta situação é um caso isolado, já que em toda a história da instituição, nunca um vestibular foi cancelado. São gastos aproximadamente um milhão de reais para a realização de um processo seletivo.

A primeira etapa do processo 2012 aconteceu nos dias três e quatro de junho, em inúmeras idades do estado mineiro, além de Ribeirão Preto e Goiânia, onde quase dezoito mil candidatos estavam inscritos.