Publicado em: domingo, 24/06/2012

Universidade Federal de Uberlândia cancela vestibular após estudante ter acesso à prova

A Universidade Federal de Uberlândia, que também é conhecida através da sigla UFU, cancelou hoje, domingo, 24 de junho, as provas da segunda fase do seu vestibular. A decisão foi tomada depois que um aluno teve acesso às provas do exame, tanto as que foram aplicadas na tarde de ontem, quanto as que seriam aplicadas hoje.

De acordo com o reitor da UFU, Alfredo Julio Neto, o acesso desse aluno às provas prejudicou todo o processo seletivo e por conta disso as provas foram canceladas.

O Ministério Público recebeu a denúncia do vazamento das provas no início da noite de sábado. De acordo com o reitor da instituição de ensino, depois que a denúncia foi feita, ele esteve na sede da Universidade e checou o cofre onde ficam trancadas as provas do processo seletivo. Na ocasião, ele pode comprovar que o vestibular tinha sido fraudado.

O reitor, acompanhado do Ministério Público e da Polícia Federal estiveram na casa do estudante que teria recebido a prova. Lá, os documentos foram localizados e apreendidos. Um servidor público antigo da Universidade, que estava para se aposentar na instituição, é o principal suspeito de ter repassado as provas. Agora, com a fraude, ele deverá ser exonerado.

Ainda neste domingo, de acordo com o reitor, serão definidas as novas datas para que a prova do vestibular sejam aplicadas. O processo seletivo foi cancelado em todos os campis da Universidade, localizados nas cidades de Uberlândia, Monte Carmelo, Ituiutaba e Patos de Minas.

O vestibular de inverno da UFU estava sendo realizado neste fim de semana. Os 4588 candidatos estavam concorrendo a 1.534 vagas nos 43 cursos de graduação da instituição. Neste domingo, o exame seria composto por questões de filosofia, matemática, língua portuguesa, literatura, química e sociologia.