Publicado em: sexta-feira, 04/04/2014

Universidad de Chile 0 x 2 Cruzeiro: Raposa supera adversidades e se mantém vivo na Libertadores 2014

Universidad de Chile 0 x 2 Cruzeiro: Raposa supera adversidades e se mantém vivo na Libertadores 2014O Cruzeiro não se intimidou com a pressão da torcida adversária e venceu a Universidad de Chile na última quinta-feira (3), por 2 a 0, no Estádio Nacional do Chile, em Santiago. Com esse resultado, a Raposa se mantém na terceira colocação do Grupo 5 da Taça Libertadores da América, com sete pontos ganhos. Enquanto isso, a La U está na vice-liderança da chave com nove pontos conquistados, um ponto abaixo do Defensor, do Uruguai.

No começo do jogo, a Raposa já não se importava com a pressão no Estádio Nacional do Chile e partiu para cima da equipe adversária. Logo aos 12 minutos de partida, Dagoberto passou para Júlio Baptista, que girou e chutou pra fora, com perigo.

Dois minutos depois, Dagoberto cobrou escanteio, Dedé desviou e Júlio Baptista foi travado no chute, a bola foi por cima do gol. Mas pouco depois, aos 15 minutos, Éverton Ribeiro cobrou falta na área, Bruno Rodrigo cabeceou, a bola tocou no travessão e entrou, Cruzeiro 1 a 0.

Aos 27 minutos, Fernández cruzou na área e após dois desvios de cabeça, Mora deu um chapéu no goleiro Fábio, mas Dedé afastou o perigo. Aos 35, após lançamento na esquerda, Rubio tocou na saída de Fábio e a bola ‘tirou tinta’ da trave esquerda, e foi pra fora. Quatro minutos depois, porém, Dagoberto recebeu de Lucas Silva e tocou para Ricardo Goulart, que desviou para Samudio tocar na saída do goleiro, Cruzeiro 2 a 0.

No final da primeira etapa, aos 42 minutos, Dagoberto lançou Júlio Baptista, que cara a cara com o gol, chutou em cima do goleiro Johnny Herrera. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio de Fernández, a bola sobrou para Cereceda, que bateu forte, Fábio fez grande defesa.

Cruzeiro sofre pressão no início, mas administra vantagem no segundo tempo

Em vantagem no placar, o time celeste apostou nos contra-ataques na etapa complementar. Enquanto isso, a La U partiu para a pressão. Logo no primeiro minuto, Castro cruzou do lado direito e Mora ‘mergulhou’ para cabecear pra fora, à direita do gol adversário.

Aos 24 minutos, Henrique passou para Souza, que arriscou de longe, Johnny Herrera desviou para escanteio. No final, aos 42 minutos, Júlio Baptista brigou pela bola e tocou para Willian, que tentou por cobertura, a bola tocou no travessão.

Pela última rodada da primeira fase da Taça Libertadores da América, o Cruzeiro volta a campo na próxima quarta-feira (9), às 22 horas, contra o Real Garcilaso, do Peru, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

No mesmo horário, a Universidad de Chile enfrenta o Defensor no Estádio Luis Franzini, em Montevidéu. Antes disso, entretanto, a Raposa faz o primeiro jogo da decisão do Campeonato Mineiro, neste domingo (6), às 16 horas, contra o Atlético-MG, na Arena Independência, em Belo Horizonte.