Publicado em: quinta-feira, 06/03/2014

Unidos da Tijuca conquista o Carnaval 2014 do Rio de Janeiro

Unidos da Tijuca conquista o Carnaval 2014 do Rio de JaneiroO desfile do Grupo Especial do Carnaval do Rio de Janeiro foi encerrado com uma homenagem a Ayrton Senna, promovido pela Unidos da Tijuca. Escola prestou um tributo a um dos maiores esportistas da fórmula 1 da história do Brasil, com um desfile repleto de alusões à velocidade. Ayrton morreu há 20 anos, durante um acidente no Grande Prêmio de San Marino e foi o responsável por dar à Unidos da Tijuca a vitória no carnaval do Rio de Janeiro 2014.

A escola ainda misturou personagens do desenho animado com figuras reais na comissão de frente, dando início a homenagem ao ex-piloto. Estiveram contracenando juntos personagens como Sonic, The Flash, Speed Racer, Penélope Charmosa, Cheetara, Ligeirinho e os reais, jamaicano Usain Bolt e Senna. Os vilões Corredor X, o Dick Vigarista e seu cão Muttley também marcaram presença. Juliana Alves foi a rainha de bateria da Unidos da Tijuca, que esteve ao lado dos dirigentes da escola acompanhando a apuração das notas do carnaval do Rio de Janeiro e chorou emocionada quando a vitória foi anunciada.

Ela afirmou que a sensação era maravilhosa, que nem conseguia narrar a emoção que estava sentindo, mas que tinha certeza que eles iriam conseguir, que esta era sua maior realização. A escola levantou a avenida com um enredo homenageando o ídolo Ayrton Senna, transformando o Sambódromo em um autódromo. A rainha de bateria ainda afirmou que todo o trabalho da escola foi realizado com muito amor e carinho, que se sente muito honrada em estar nessa família.

A disputa com a escola Salgueiro foi disputada décimo a décimo e a vitória só foi garantida no último quesito, a bateria. Por outro lado, enquanto a rainha da Tijuca se mostrava satisfeita com o resultado, a rainha de bateria da Salgueiro, Viviane Araújo, ficou chocada com a decisão jurados, ainda mais pelo fato de perder o título para a Tijuca por apenas um décimo. Ela declarou que esta decisão era inadmissível, ainda mais perder nos quesitos alegoria e fantasia, que sua escola se apresentou muito melhor. Mas declarou irritada que sua escola era a campeã do povo, que isso era o que mais importava.