Publicado em: quarta-feira, 28/03/2012

Unicamp lança projeto para incentivar leitura dos estudantes

A Unicamp lançou ontem, terça feira (27), um projeto que objetiva aumentar os índices de leitura entre os alunos que cursam a graduação. O projeto é nomeado Estante Literária e pretende dar prêmios para os dez melhores leitores da instituição no final de cada ano.

Na primeira edição, realizada este ano, o primeiro lugar será premiado com uma viagem para feiras de livros internacionais, como por exemplo, a que acontece em Paris todos os anos. Os outros nove selecionados ganharão vale-livros.

Segundo a Unicamp, o projeto é inédito entre as instituições de ensino superior brasileiras e será viabilizado através de uma página virtual ligada ao Serviço de Apoio ao Estudante (SAE). Fernando Ferreira Costa, reitor da instituição, afirma ser uma iniciativa para aumentar o espírito crítico dos alunos. Ele também destaca a importância de além de incentivar a leitura, que ela seja de material de qualidade.

Os interessados em participar do programa precisam realizar um cadastro na página sae.unicamp.br/estante. Lá o universitário poderá criar sua própria estante, através de uma plataforma virtual. No período de janeiro a dezembro, os participantes terão relacionar as obras que já lerem ou estão lendo, podendo acompanhá-los de uma resenha crítica.

Seleção

Uma comissão, formada por 10 estudantes que irão atuar como juízes, será a responsável pela seleção. O critério para a escolha não está ligado à quantidade de leitura, mas a coerência das obras listadas e à qualidade da resenha que acompanhará. Em breve, deve ser lançado um edital com todas as informações e regras relacionadas ao projeto.

O coordenador do SAE, Leandro Medrano, explica que os alunos que estiverem participando e disputando os prêmios só poderão colocar na relação obras literárias. Livros de caráter mais didático, com obras teóricas e técnicas, relacionadas com as disciplinas não poderão ser integrados. Além dos prêmios disputados, os alunos também podem promover a troca de livros, formando também um ranking dos livros mais lidos.