Publicado em: terça-feira, 29/11/2011

União Europeia promete proibições nas publicidades do Facebook

Na Europa, o modelo de negócios do Facebook pode estar com problemas. A Comissão Europeia anunciou a implantação de uma diretiva, que entrará em vigor em Janeiro, que impediria a rede de partilhar informações de seus usuários com anunciantes. A medida só valeria se autorizada declaradamente pelo usuário.

O Facebook tem um banco de dados onde registra gênero, crenças religiosas, ideias políticas, localização, atividades ou qualquer outra coisa que o usuário compartilhe no mural. Isso torna a rede bastante atrativa para anunciantes, que tendo acesso a esses dados, podem direcionar suas campanhas.

A diretiva europeia irá criar uma proteção para os usuários da rede que não tenham interesse de que seus dados sejam partilhados com as empresas publicitárias. Faz parte de uma atualização das atuais leis europeias de proteção de dados. A vice-presidente da Comissão, Viviane Reding, declarou que o fato de a maior parte dos dados do Facebook estar nos EUA, não impedirá que a empresa seja processada na Europa.

Através de um representante, o facebook respondeu: “Entendemos que se partilha muita informação no Facebook e levamos isso muito a sério. Acreditamos que os anúncios são melhores quando são relevantes e presonalizados com base nos interesses reais dos usuários”. A rede ainda informou que informações mais pessoais como nome e e-mail são mantidas em segredo.