Publicado em: quinta-feira, 21/07/2011

União Europeia cria grupo de trabalho para ajudar a Grécia a sair da crise

A União Europeia (UE) anunciou nesta quarta-feira 20 a criação de um grupo de trabalho para ajudar a Grécia a sair da crise. As principais funções do novo órgão são impulsionar a competitividade na economia, elevar o número de empregos e a economia do país. O anuncio foi feito pela Comissão Europeia, órgão executivo da UE, chefiado por José Manuel Durão Barroso.

Horst Reichenbach, vice-presidente do BERD (Banco Europeu para Reconstrução e Desenvolvimento) e ex-presidente da Comissão Europeia, será o responsável pelo andamento do grupo. O primeiro-ministro grego, Giorgos Papandreou, consentiu com a criação do novo órgão.

A sede do grupo de trabalho de assistência técnica à Grécia será em Bruxelas, capital da Bélgica, embora o órgão afirme que uma equipe prestará assistência em Atenas, capital grega. Devido a exigências de outros países do bloco econômico, o novo grupo prestará contas através de relatórios a cada três meses, começando em outubro.

A medida é em partes uma resposta da União Europeia à cobrança que a Grécia fez no começo da semana. Na ocasião, Papandreou exigiu que o bloco econômico tomasse medidas mais práticas para ajudar a reduzir a crise no país. O primeiro-ministro disse que já havia tomado todas as decisões possíveis para resolver os problemas fiscais de seu país e, portanto, agora a EU precisa ser mais decisiva. Pandreou afirma que a Grécia não quebrará e não dará calote na dívida. O Fundo Monetário internacional (FMI) teme pela situação do país e de toda a zona do euro.