Publicado em: quinta-feira, 05/01/2012

União Europeia ameaça punir empresas aéreas que não pagarem por emissão de CO2

Nesta quinta-feira (5), a Comissão Europeia anunciou que irá multar e até mesmo suspender as operações das empresas aéreas que não pagarem pela emissão de gases poluentes. Além disso, a comissão lamentou o aumento das passagens de algumas empresas. A partir do dia 1º de janeiro deste ano, todos os aviões que entrarem ou saírem de países da União Europeia são obrigados a pagar por cada tonelada de CO2 (dióxido de carbono) que soltarem durante o voo.

A medida tomada pela UE tem oposição de diversos países, como Estados Unidos, Canadá, Rússia, México e Brasil. A Associação do Transporte Aéreo da China (ATAC) disse que a medida é ilegal e afirmou que cogita a possibilidade de proibir as companhias aéreas do país a pagarem o valor, em estratégia que pode ser adotada por Rússia e Estados Unidos, embora ainda não há nenhuma ação concreta.

Isaac Valero, porta-voz da Comissão Europeia, disse que as empresas aéreas que se recusarem a pagar a taxa deverão ser multadas em 100 euros por tonelada de CO2 emitida. Valero também disse que a União Europeia tem o direito de proibir as companhias aéreas que não estiverem em dia com seus pagamentos, mas como última medida.

O porta-voz da Comissão Europeia disse que Bruxelas procura manter um diálogo amigável com seus parceiros para que sejam encontradas soluções para os dois lados. Além disso, Valero afirmou que os países que não fazem parte do bloco deveriam adotar medidas semelhantes como estratégia para diminuir a emissão de CO2 e ficarem isentos de pagar a taxa.