Publicado em: terça-feira, 05/07/2011

UFC – Wanderlei Silva ignora presidente do UFC e pede revanche contra Chris Leben

O brasileiro Wanderlei Silva foi nocauteado em apenas 27 segundos pelo estadunidense Chris Leben, que se diz fã do adversário nos áureos tempos do curitibano dentro do MMA. A derrota, tida por muitos como um verdadeiro massacre sobre Wanderlei Silva, fez o presidente do UFC, Dana White, sugerir o fim das lutas para o brasileiro na modalidade.

White declarou que apesar do amor dos admiradores por Wanderlei, devido ao seu estilo de lutar e de se portar, este deveria ser provavelmente o “fim da estrada” para ele. O veterano brasileiro de 35 anos desabafou no Twitter sobre a derrota e a pressão após as declarações do presidente do UFC.

“Já chorei, já pensei um monte de besteira, estou com vergonha e só penso em uma coisa agora: eu quero revanche”, postou em sua conta na rede social. Nos últimos cinco anos, Wanderlei venceu apenas duas lutas e perdeu por seis vezes. Pior: das seis derrotas, quatro foram por nocaute considerado “fulminante” pelos especialistas. O fraco desempenho dos últimos confrontos de Wand, como é carinhosamente chamado pela legião de admiradores, fazem do desejo de revanche algo difícil.

Wanderlei Silva é faixa preta em Jiu-Jitsu e Muay Thai e possui 33 vitórias na carreira, sendo 22 delas por nocaute, 4 delas por finalização e 7 por decisão dos juízes. Seu auge ocorreu na década passada, quando Wanderlei conseguiu na primeira metade dos anos 2000 cerca de 20 vitórias contra apenas 3 derrotas e 1 empate. A derrota para Leben na última vez em que subiu no ringue aconteceu no dia 2 de julho, em Las Vegas.