Publicado em: quarta-feira, 23/04/2014

TV paga cresce 11,31% em 2013 e chega a 18 milhões de assinantes

TV paga cresce 11,31% em 2013 e chega a 18 milhões de assinantesOs números de televisão por assinatura no Brasil crescem todos os anos, apenas em 2013, houve um aumento de 11,31%, totalizando 18,02 milhões de assinaturas em dezembro do ano passado. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, se considerar que a média de pessoas por domicílio é de 3,2, estima-se que mais de 57 milhões de brasileiros têm acesso à televisão paga.

O grupo Net continua líder no ramo e televisão por assinatura, com quase 10 milhões de clientes, representando mais da metade dos usuários no Brasil. Logo atrás estão a Sky, Oi, GVT, Telefônica e Claro.

O Sudeste continua sendo a região brasileira com o maior número de domicílios com televisão a cabo (11 milhões), seguida do Sul (2,74 milhões), no Nordeste há mais de dois milhões, e Norte e Centro-Oeste com 1 milhão cada. No entanto, foi o nordeste brasileiro a região em houve um crescimento maior. Nos últimos 10 anos, o número de assinaturas dobrou apenas na terra do frevo e cangaço.

Há diversas tecnologias dentro dos serviços de televisão por assinatura no Brasil, porém, a transmissão por satélite (DTH) ainda continua sendo a líder dentre as tecnologias, representando mais de 61,75% dos usuários.

As televisões a cabo, apesar de terem perdido espaço para o satélite, são mais de 38,12% de domicílios que contêm tal serviço. Até alguns anos, a TVA era líder no mercado, e a UHF entrou em desuso, hoje a tecnologia não corresponde a menos de 1% do mercado de televisão paga no Brasil.

Por outro lado, as emissoras abertas têm reduzido o ibope a cada ano e um dos maiores responsáveis pelo o declínio é o avanço das televisões pagas, no entanto, emissoras como o caso da Globo, têm investido nos canais pago. Atualmente, o Globosat é um dos maiores grupos de comunicação e detém as maiores audiências dos canais fechados.