Publicado em: sexta-feira, 30/03/2012

Túmulo dos pais de Hitler é removido para evitar celebrações no aniversário do nazista

Nesta semana, o túmulo dos pais do ditador alemão, Adolf Hitler, foi retirado de um cemitério na Áustria. A remoção foi feita como uma medida para tentar evitar que o local se transformasse em ponto de celebrações dos neonazistas pelo aniversário de Hitler. A proprietária do túmulo, localizado na cidade de Leonding, seria uma mulher, que não teve sua identidade divulgada.

De acordo com a imprensa local, a mulher possivelmente seria uma parente distante do pai do ditador alemão, Alois. Segundo o prefeito da cidade, Walter Brunner, em entrevista a Reuters, foi a própria dona do túmulo que solicitou que Ele fosse removido do local. O Brunner afirma que as visitas não eram constantes, mas que algumas vezes aconteciam, fazendo referência a “ações de radicais”.

Celebrações

Um jornal local afirmou que em um período alguma pessoa teria decorado o túmulo com símbolos do nazismo. Uma celebração parecida aconteceu no ano de 2009, data em que Hitler completaria 120 anos de nascimento. O ditador alemão nasceu no dia 20 e abril de 1889. O “Oberaesterreichische Nachritchten” informou que vigílias foram feitas no túmulo de Alois Hitler, que faleceu em 1903, e de sua terceira esposa Klara, mãe do ditador.

Os vereadores de Leonding tiveram uma discussão sobre o caso com a igreja do cemitério e com as autoridades. Desta discussão, foi concluído que o túmulo poderia ser removido se o proprietário concordasse. O prefeito da cidade afirmou que o pastor disse que a dona não gostaria que o túmulo de seus ancestrais fosse usado como adoração ao ditador.