Publicado em: sexta-feira, 03/08/2012

Tropas invadem último distrito rebelde na capital da Síria

Tropas invadem último distrito rebelde na capital da SíriaNesta sexta-feira (3), as forças do governo de Bashar al Assad conseguiram invadir o último reduto de rebeldes, localizado no distrito de Tadamon, no sul da capital. As tropas sírias invadiram a região utilizando vários tanques eveículos blindados, além de dezenas de soldados. A invasão foi uma forma detentar recuperar o controle da área, que estava sobre o comando dos rebeldes.

Os ativistas e as testemunhas afirmaram que grande parte do distrito já estava sobre o domínio das forças do governo no começo da noite, no horário da região.Nesta sexta-feira, as tropas voltaram com os ataques e bombardeios aos bairros comandados pelos rebeldes desde a capital a Aleppo. Os conflitos no país são intensos e a diplomacia está em fracasso, o que fez com que Kofi Annan renunciasse ao cargo de enviado especial nesta quinta-feira.

Preocupação

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) está preocupado com a situação. Em somente um dia, 700 refugiados foram ao escritório da A CNUR localizado na capital síria para pedir conselhos e ajuda. Em Aleppo, que asegunda maior cidade do país, a agência da ONU lamentou que a ajuda humanitária não pudesse ter sido entregue em decorrência do bloqueio militar.

Melissa Fleming, porta-voz do ACNUR, afirma que não era possível enviar a ajuda porque as forças militares estavam cercando toda a cidade. Os civis, por sua vez, não tem como abandonar a região e se refugiam nas escolas, mesquitas e universidades. Aleppo registra vários dos intensos ataques do conflito entre o governo e a oposição do país.