Publicado em: quinta-feira, 29/12/2011

Três minutos de silêncio finalizam velório de Kim Jong-il

Nesta quinta-feira, dia 29 de dezembro, o velório do ex-ditador da Coreia do Norte, Kim Kong-il, foi encerrado com três minutos de silêncio. O ex-líder faleceu no dia 17 de dezembro e o cerimonial fúnebre aconteceu na Praça Kim Il-sung, que leva o nome do pai de Kong-il.

Depois dos canhões de artilharia fazerem o disparo de 21 tiros, os civis e militares norte-coreanos foram até próximo do rio Taedong e abaixaram as cabeças, em forma de reverência, e permaneceram em silêncio por três minutos ao meio-dia (no horário da Coreia do Norte).

Durante o período, bondes, trens e navios da capital acionaram suas sirenes. Este foi o último gesto em homenagem ao ditador, encerrando um luto de 13 dias. O corpo de Kim Jong-il ficará no Palácio de Kumsusan, mesmo local onde está o de seu pai e fundador da Coreia do Norte e seu regime. As imagens do funeral foram transmitidas pela TV estatal KCTV.

A população norte-coreana escutou com atenção os discursos das autoridades militares. Dentre os que discursaram, estava o filho do ex-líder e seu sucessor, Kim Jong-un. Kim Yong-nam, o número dois do regime, afirmou que o filho do ex-ditador é o líder supremo do Exército e do partido, e que ele herdou “a inteligência, a capacidade de comando, o caráter, o senso moral e o valor de Kim Jong-il”.