Publicado em: segunda-feira, 17/02/2014

Tráfico ocupa rua em SP e faz feira livre de drogas e bebidas alcoólicas para menores de idade

Tráfico ocupa rua em SP e faz feira livre de drogas e bebidas alcoólicas para menores de idadeDurante as madrugadas e sem nenhum constrangimento, traficantes abordam jovens na Rua Peixoto Gomide há quatro quadras da avenida Paulista em São Paulo, eles circulavam livremente entre os carros com porções de cocaína nas mãos, afim de vender a droga. Funciona como um comércio ou até mesmo uma feira livre, na calçada tem uma variedade de drogas, os vendedores oferecem ecstasy, maconha, gotas de GHB (também usado como estimulante sexual) e cartelas de LSD. Isso tudo é feito bom tom de voz para atrair a clientela, e é até usado inglês para atrair estrangeiros.

Os vendedores foram estratégicos, a “Feira” acontece onde fica o principal ponto de encontro entre jovens e adolescentes que ainda não podem entrar em baladas por serem menores de idade, o comércio acontece desde o ano passado, principalmente sextas e sábados. Começa por volta das 22h e vai até o outro dia de manhã, os adolescentes consomem as drogas compradas no local mesmo, sentados na calçadas, alguns compram bebidas alcoólicas que são vendidas em um mercado próximo. Quem não pode pagar em dinheiro, existe opções como as maquininhas de cartão, que passam cartão de crédito e débito.

Existem três tipos de clientes, adolescentes, o pessoal GLS que frequenta as boates da região e os estrangeiros que passam por ali. Um dos traficantes ainda diz que se der R$30,00 ele coloca cinco gostas bem servidas na boca do cliente. Alguns grupos que trabalham na Rua Peixoto Gomide, se abastecem de drogas mas camufladas em caixinhas de balas e chicletes para venderem na Rua Augusta, assim que acaba, eles voltam para reabastecer.

Segurança

Até agora já foram detidos 390 pessoas e já foram apreendidos 8,3 kg de drogas, mais 13 armas de fogo, só no ano passado, a PM divulgou em nota. Entretanto, não foi suficiente para o comércio de drogas pararem, eles continuam a circular e a vender as drogas ilícitas livremente. A Secretária da Segurança Pública também divulgou por meio de nota, que a PM, Polícia Civil e Guarda Civil Metropolitana que ações foram realizadas com a intenção de não acabar com o tráfico somente, mas também com o comércio ilegal de bebidas alcoólicas para menores de idade.