Publicado em: segunda-feira, 30/07/2012

Tráfico de drogas leva fundadora de torcida do Inter a ser presa

Tráfico de drogas leva fundadora de torcida do Inter a ser presaNeste final de semana, cinco pessoas foram presas por estarem envolvidas em acusações de tráfico de drogas. As prisões foram realizadas nas cidades de Porto Alegre e de Canoas, na Região Metropolitana. Os acusados foram levados á 2° Delegacia de Investigações do Narcotráfico. Segundo a Polícia Civil, uma das envolvidas no caso, uma mulher de 32 anos, é uma das fundadoras e é, atualmente, líder de uma das torcidas organizadas do time Internacional.

Segundo as investigações, a mulher fornecia drogas aos torcedores e á usuários de classe alta da cidade de Porto Alegre. Um dos detidos é o marido da mulher, que já foi preso por suspeita de tráfico. Ela declarou que assumiu o tráfico depois que o marido foi preso, mas que a droga que foi encontrada pela polícia era dela e não do seu cônjuge. Segundo o delegado coordenador das investigações,Rodrigo Zucco, os policiais monitoraram e controlaram a venda e compra de cocaína. O Denarc, que realizou as investigações, apreendeu nos três meses em que decorreram as investigações, cerca de 3 kg da droga.

A acusada foi encontrada com buchas de cocaína, e segundo a polícia eram classificadas como de ótima qualidade. As buchas também são chamadas de escamas de peixe. Dois carros também foram apreendidos, um New Fiesta e um Punto. Parte do material foi enconrado em um sítio nas redondezas de Viamão e que, segundo o delegado, era muito bem estruturado, o que comprovava alto poder aquisitivo por conta das vendas de drogas.

A investigação não foi encerrada e alguns membros da torcida organizada do Internacional ainda estão sendo investigados. Os nomes dos cinco acusados não foram divulgados pela polícia para não atrapalhar nas investigações.