Publicado em: terça-feira, 28/02/2012

Tombini afirma que inflação deve desacelerar

Nesta terça-feira (28), o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, anunciou que a economia brasileira vem mostrando aceleração e o segundo semestre de 2012 deverá registrar um ritmo mais forte que este primeiro. Segundo ele, a perspectiva é de que a economia apresente números melhores para o segundo semestre e que a inflação continue desacelerando. As declarações do presidente do BC foram feitas durante uma audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal.

De acordo com Tombini, nos últimos três trimestres a nossa a economia vem crescendo abaixo do seu potencial e, para melhorar este cenário, o BC vem tentando ajustar a taxa básica de juros. Isso justifica o uso da política monetária expansionista adotada pelo Banco desde agosto de 2011 quando iniciaram os cortes da Selic.

Tombini afirmou ainda que a redução da estimativa de taxa de juros neutra evidencia que a percepção do mercado brasileiro é de melhoras na economia interna. Essas informações sobre o taxa de juros neutro foram anunciadas em pesquisa feita pelo Banco Central com analistas do mercado financeiro. Os analistas avaliam que a taxa de juro neutra está em 5,50%. Em novembro de 2010 essa taxa estava em 6,75 %.

Roberto Fernandes foi aprovado pela CAE para diretor da CVM

Foi aprovado hoje o novo nome para ocupar o cargo de superintendente geral da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Trata-se de Roberto Tadeu Antunes Fernandes que havia sido indicado pela Presidência da República. Ele assume o lugar de Eli Loria, que terminou seu mandato em 31 de dezembro.

Fernandes teve seu nome aprovado hoje pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, depois de receber 13 votos favoráveis e uma abstenção. Agora a sua indicação deve passar pelo plenário do Senado. Na opinião de Fernandes, conduzir a CVM tem um “tempero especial”, pois passou mais da metade da sua vida trabalhando lá.