Publicado em: sábado, 25/08/2012

Tiroteio deixa duas pessoas mortas no centro de Nova York

Tiroteio deixa duas pessoas mortas no centro de Nova YorkDuas pessoas morreram e nove ficaram feridas depois que um homem abriu fogo em frente ao prédio conhecido como Empire State, que é um dos pontos mais conhecidos da cidade de Nova York. Os disparados, que foram realizados na sexta-feira, 24 de agosto, assustaram as pessoas que estavam no local. Por conta disso, diversos quarteirões tiveram que ser reforçados. A segurança também foi reforçada nas estações de metrô que ficam na região em que os disparos foram registrados.

O responsável pelos tiros que assustaram a população de Nova York foi identificado pela polícia como sendo Jeffrey Johnson. Ele, que tinha 58 anos de idade, foi morto pela polícia. De acordo com as informações apuradas até o momento, ele trabalhava em uma importadora de roupas que fica próxima ao Empire State, mas tinha sido demitido em 2011. Por conta do local onde aconteceram os disparos, o crime acabou tomando proporções internacionais, já que o Empire States, junto com locais como a Times Square e a Estátua da Liberdade, são considerados os lugares que tem mais chances de serem alvos de um atentado terrorista aos Estados Unidos.

Segundo as testemunhas, Jeffrey Johnson estava atrás de uma van branca e saiu disparando em direção a um ex-colega de trabalho, que foi identificado como sendo Steve Ercolino, de 41 anos. No momento dos tiros, ele estava entrando no local onde a importadora de roupas Hazan funciona. Ele morreu com um tiro na cabeça. Os dois costumavam ter brigas quando trabalhavam juntos e a morte de Ercolino pode ter acontecido em decorrência disso.

Depois que a polícia foi avisada, Johnson começou a ser perseguido pelas ruas e os policiais dispararam em direção a ele. Por conta disso, várias pessoas que ficaram feridas podem ter sido atingidas de forma acidental pelos policiais.