Publicado em: sexta-feira, 26/04/2013

Thor Batista revela que deu R$300 mil a família de ciclista

Thor Batista revela que deu R$300 mil a família de ciclistaFilho do empresário Eike Batista, Thor prestou depoimento na tarde da última quinta-feira (25) em Duque de Caxias, sobre a morte do ciclista Wanderson Pereira dos Santos, de 30 anos, que foi atropelado por Thor em março de 2012.

O rapaz responde na justiça um processo de homicídio culposo (o qual não há intenção de matar). Seu advogado reafirmou que Thor depôs na delegacia logo após o acidente e que ele estava dentro dos limites da velocidade permitida na Rodovia Washington Luís, que é de 110 km/h. Segundo relato, a pista estava muito escura e que o ciclista estava bem no meio da pista.

Thor afirmou que o acidente era inevitável e afirmou que andava entre 70 a 100 km/h. Depois da fatalidade, a família Batista deu cerca de R$300 mil para a família do ciclista e que seu contato com eles foi Maria Vicentina, parente de Wanderson.

Agora o Ministério Público tem cinco dias para compor o documento – o mesmo tempo dado aos advogados de defesa. É provável que até o fim desse semestre saia a sentença, mas que ainda pode ter recurso por ambas as partes.

Companhia

Quem esteve o tempo todo ao lado de Thor Batista foi sua mãe, a ex-modelo e apresentadora Luma de Oliveira. Mês passado ele havia faltado depoimento, segundo os advogados de defesa, por necessitar de repouso e um novo laudo do acidente de carro.

No primeiro, constava a informação de que ele andava a 135 km/h, contudo, em fevereiro desse ano a Justiça do Rio aceitou o pedido da defesa de afastar o perito criminal responsável pelo laudo que acusou esta velocidade acima da média. Outra conquista da defesa foi revogar a medida cautelar que suspende a carteira de habilitação de Thor Batista.