Publicado em: terça-feira, 10/04/2012

Thiago Klimeck, ator que se enforcou acidentalmente na encenação da Paixão de Cristo, está em coma

O ator Thiago Klimeck, de 27 anos, continua em estado grave após ter se enforcado por acidente na última sexta-feira (6), enquanto encenava a peça Paixão de Cristo, na cidade de Itararé, localizada no interior de São Paulo. Ele está internado na Santa Casa de Misericórdia de Itapeva, sem sedação há 24 horas e ainda em coma.

Ele sofreu asfixia mecânica acidental, ocasionando hipóxia cerebral grave e prolongada, quando falta oxigênio no cérebro. De acordo com o hospital ele passará por outra bateria de exames ainda esta semana. Tiago ficou quatro minutos desacordado no meio da peça, pois como ele deveria fingir que estava morto todos acharam que era parte da encenação. Assim que perceberam que algo estava errado, os outros atores pediram socorro. Segundo a família do ator, o equipamento de segurança que foi usado na peça sofreu alguma falha. Era a segunda vez que o ator interpretava Judas utilizando este equipamento.

De acordo com informações das testemunhas que fazem parte do grupo de teatro, Thiago estava vestindo um colete acompanhado de uma cadeira de segurança onde ele deveria se sentar na cena que fazia a simulação do enforcamento de Judas. Durante o espetáculo, a cadeira ficava fixada em uma corda de seis metros, sendo que uma extremidade era amarrada em uma árvore. O ator subiu a escada que ficava montada embaixo da árvore e pulou do último degrau. Ainda não foi informado se Thiago foi enforcado pela corda ou pelo colete de segurança.

André Luiz da Cunha, ator que faz o carrasco na peça, amarrou a corda no colete e garantiu que o procedimento foi realizado normalmente, do mesmo modo que feito durantes os ensaios. Segundo a diretora do espetáculo, Janaína Carvalho, a cadeirinha havia sido emprestada pelo Corpo de Bombeiros, que deu instruções de como utilizar o equipamento. Entretanto o Corpo de Bombeiros nega que tenha qualquer relação com a peça.