Publicado em: quinta-feira, 08/09/2011

Teste de HIV tem acesso facilitado a índios do Mato Grosso

O Ministério da Saúde juntamente com a Secretaria Especial de Saúde indígena esta realizando um programa inédito que permite o acesso dos indígenas que ocupam regiões do Mato Grosso aos testes rápidos do HIV. O exame pode ser realizado dentro das aldeias.

De acordo com a Secretaria, pelo menos 200 índios da aldeia Umutina deve fazer os exames nesta semana. O programa já foi aplicado em outros dois estados do país. A responsável pela coleta do material, Maria Goreth, explica que com este exame, a pessoa recebe o resultado em 10 minutos. “No caso do resultado positivo, a gente emite um laudo e encaminha essa pessoa para o centro de referência”, disse.

A população indígena ainda recebe o acompanhamento junto a assistente sociais que explicam como o teste é feito e também o orientação sobre a transmissão de doenças sexuais. “A gente orienta a pessoa, faz uma pré-conversa onde colocamos toda a situação de como é realizado este teste, o que é o HIV, o que é a Aids, o que são as doenças sexualmente transmissíveis, como prevenir e qual a importância de fazer o exame”, comenta a assiste responsável Zeni Salte.

O Ministério possui um programa que prevê o atendimento a toda população indígena com idade superior a dez anos. Os exames devem ser feitos até final de 2012. Também são feitos testes para a identificação da hepatite e sífilis.