Publicado em: quarta-feira, 13/01/2010

Terremoto no Haiti mata Zilda Arns e outros 11 brasileiros

Um terremoto que atingiu o Haiti, na noite de terça-feira, 13 de janeiro, causou estragos de grandes dimensões, que resultaram em morte e milhares de desabrigados no país mais pobre das Américas.

Entre as vítimas do tremo de terra está a fundadora e coordenador da Pastoral da Criança, Zilda Arns. Ela morreu soterrada, conforme informou sua família horas após o registro do abalo.

Além de Zilda Arns, pelo menos outros onze brasileiros também morreram vítimas do tremor de terra. O governo brasileiro não descarta que possam existir mais vítimas, já que uma força-tarefa brasileira atuava no país caribenho.

O terremoto atingiu sete pontos na Escala Richter, e foi o maior que o Haiti registrou em 200 anos. Houve interrupção nos serviços de luz e telefone. Relatos dão conta de que vários feridos ainda não tiveram atendimento médico, horas depois do tremor.