Publicado em: sábado, 30/06/2012

Terremoto deixa 17 pessoas feridas na China

A China sofreu um terremoto neste sábado. De acordo com a agência de notícias oficial Xinhua, um tremor de terra de 6,6 graus na escala Richter atingiu a região autônoma de Xinjiang, que está localizada no noroeste da China. Pelo menos 17 pessoas ficaram feridas.

Dados do Centro de Controle de Terremotos da China (CENC), apontam que o terremoto aconteceu por volta das 5h07 pelo horário local, às 19h07 pelo horário de Brasília. A capital de Xinjiang, Urumgi, e uma área montanhosa que está localizada entre as comarcas de Hejing e Xinyuan foram afetadas pelo tremor.

Por conta disso, ainda não foi possível definir o número de casas destruídas ou danificadas pelo terremoto. Segundo as autoridadees de Hejing, 17 pessoas ficaram feridas, sendo que uma delas está em estado grave.
Por conta do tremor, o trânsito teve que ser interrompido depois que foram registrados deslizamentos na estrada local. Além disso, 32 trens que fariam o transporte de passageiros e de carga foram suspensos pelas autoridades ferroviárias como uma medida de segurança.

Em Urumqi, diversas pessoas que dormiam no momento do tremor saíram às ruas e também foram registrados blecautes no fornecimento de energia elétrica durante os tremores. As autoridades mandaram grupos de resgate para ajudar a população das duas comarcas que foram atingidas pelo terremoto.

Os terremotos no oeste da China são comuns já que o local é uma zona com frequente atividade sísmica. No ano de 2010, por exemplo, um terremoto de 7,1 graus foi registrado na província de Qinghai, localizada no sudeste de Xinjiang, e matou 300 pessoas, além de deixar outras oito mil pessoas feridas. Já em 2008 foi registrado o tremor de terra mais grave da China nas últimas décadas. O terremoto, que atingiu a região de Wenchuan, em Sichuan, no oeste do país, registrou mais de 88 mil pessoas mortas, além de deixar milhares de outras desaparecidas.