Publicado em: sexta-feira, 23/12/2011

Termina a paralisação de funcionários da TAM em Congonhas

Os funcionários da TAM já retornaram ao trabalho normalmente no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, segundo nota divulgada pela empresa. Na manhã de ontem (22), uma paralisação parcial dos empregados do setor de rampa da companhia aérea causou atrasos e cancelamento de voos.

Os funcionários paralisados correspondem ao trabalho de manuseio de cargas e bagagens e pelos equipamentos de solo que atendem as aeronaves. Um boletim da Infraero informou que 69 dos 154 voos domésticos programados tiveram atraso desde o início do dia até às 16h25. E o número correspondente a 16,2% desses voos chegou a ser cancelado em Congonhas. Os números envolvem todas as companhias aéreas que atuam no local.

“Antecipamos a greve marcada para as 23 horas de hoje (22) para a parte da manhã, para sensibilizarmos os juízes que participarão da reunião de conciliação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), marcada para as 13 horas”, explicou o diretor do Sindicato dos Aeroviários do Estado de São Paulo, Francisco Alves.

João Oreste Dalazen, presidente do Tribunal Superior do Trabalho, determinou no dia 21, que pelo menos 80% dos aeronautas e aeroviários trabalhem nas vésperas do natal e Ano novo. Caso a determinação não seja cumprida, os sindicatos das duas categorias precisarão pagar uma multa diária de até R$ 100 mil.