Publicado em: sexta-feira, 27/06/2014

Tênis: Djokovic vence Stepanek e está nas oitavas de final de Wimbledon

Tênis: Djokovic vence Stepanek e está nas oitavas de final de WimbledonEm jogo disputado nesta sexta-feira (27), o tenista Novak Djokovic venceu Gilles Simon, da França, por três sets a zero, pela terceira rodada do torneio de Wimbledon, no All England Club, em Londres. Com esse resultado, o ex-número 1 do mundo se classificou para as oitavas de final da competição. As parciais foram de 6/4, 6/2 e 6/4. Esta foi a sétima vitória do sérvio sobre o francês, em oito partidas realizadas.

A partida começou bastante equilibrada. Ambos confirmaram seus respectivos serviços, até Djokovic conseguir a quebra no sexto game, 4/2. Porém, no oitavo game, Simon devolveu a quebra e empatou o jogo, 4/4. Mas o sérvio foi mais uma vez decisivo, e no décimo game, em outra quebra, fechou o primeiro set em 6/4.

No segundo set, Djokovic manteve a tranquilidade e começou vencendo. Nole conseguiu uma quebra, salvou dois breakpoints e abriu 3/1 no quarto game. O sérvio sofreu uma quebra, mas devolveu outra em seguida, 4/2. Com uma dupla falta de Simon, o segundo colocado do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), fechou o set em 6/2.

Apesar das derrotas nos sets anteriores, Simon não se intimidou e abriu 2/0 no terceiro set. Porém, Djokovic voltou a mostrar suas melhores jogadas e virou, 3/2. Em seguida, o sérvio caiu em cima do ombro esquerdo, e devido as suas dores, a partida foi interrompida. Mesmo assim, Nole retornou à quadra. O jogo permaneceu equilibrado no set, 4/4. Com outra quebra no décimo game, o número 2 fechou a partida, com um 6/4, após duas horas e 14 minutos.

Próximo adversário de Djokovic em Wimbledon é o francês Tsonga

Pelas oitavas de final do torneio de Wimbledon, Novak Djokovic volta à quadra para enfrentar o francês Jo-Wilfried Tsonga. Campeão em 2011, o sérvio buscará seu segundo título na competição. O atual número 2 do mundo foi vice-campeão no ano passado, quando foi derrotado pelo britânico Andy Murray.