Publicado em: quarta-feira, 25/01/2012

Tempestade solar chega à Terra

Durante a noite de ontem (24) a Terra recebeu ondas de radiações vindas de explosões solares. Essas ondas são conhecidas como ejeções de massa coronal e são, na verdade, explosões que acontecem no Sol, lançando partículas no espaço.

O fenômeno passou a ser notado no último domingo, depois que uma grande explosão na região central do sol produziu uma tempestade de ondas solares, que foram capazes de viajar a uma velocidade de 6,4 milhões de quilômetros por hora. A radiação continuará a chegar na Terra ao longo de quarta-feira (25).

A radiação é considerada a maior desde 2005 e apesar de sua força, os danos não serão perceptíveis por grande parte da população. Segundo a Administração Nacional de Oceanos e Atmosfera (NOAA) dos Estados Unidos, o maior dano será o ocasionamento de uma tempestade magnética que poderá danificar satélites de comunicação que orbitam no planeta.

As falhas na comunicação com esses satélites podem trazer riscos eminentes para vôos que operarem nas regiões próximas aos pólos, além da comunicação com astronautas que estiverem pelo espaço.