Publicado em: sábado, 25/02/2012

Telemar lidera altas do Ibovespa na semana

As ações da Telemar terminaram esta semana com a maior alta do Ibovespa. Entre 22 e 24 de fevereiro, o avanço no valor das ações chegou a 6,15%, com os ativos TNLP3 terminando a semana a R$ 21,75. As ações preferenciais fecharam com 5,62% de alta, sendo considerada a terceira mais relevante do Ibovespa. As ações da Telemar Norte Leste e Brasil Telecom (BRTO4) tiveram desempenhos menos intensos.

A Brasil Telecom registrou leve baixa nas suas ações, o que pode ser explicado, de acordo com o Banco Espírito Santo, pela própria reorganização da empresa que será mais benéfica para os acionistas das outras duas empresas e menos para esta. Um dos motivos apontados é a falta do direito de retirada.

Grupo Oi passa por reorganização societária

O Grupo Oi (TNLP3, TNLP4, TMAR5, BRTO4) está passando por um processo de reorganização societária. A assembleia que deve decidir a mudança do nome para Oi S.A. está marcada para o dia 27. O aumento das ações ocorreu, em grande medida, pelas mudanças internas da empresa. Na quinta-feira (23), a CVM (Comissão Valores Mobiliários) rejeitou os pedidos dos acionistas minoritários para adiar a assembleia geral extraordinária que vai decidir a reestruturação. Com a mudança ficando mais próxima, todos papéis do grupo apresentaram valorização. A negativa da CVM impede que essa mudança seja adiada.

Segundo a analista Luciana Leocadio, da Ativa, a possibilidade de adiamento tinha tido impacto negativo no preço das ações, mas com a negativa da CVM, os papéis voltaram a ficar valorizados. Espera-se que com a reestruturação a empresa tenha uma chefia corporativa mais forte. A analista diz ainda que, para que as ações continuem valorizadas, será necessário melhorar os resultados da Oi.

Outras altas no preço das ações

Além das empresas Telemar que bateram recorde nos preços nesta semana, destacam-se as altas das ações da MMX Mineração (+5,86%), da TIM (+5,56%) e da Vanguarda Agro (+5,13%). A MMX Mineração teve a segunda maior alta do período.